Ato no hospital João Machado marca início da greve na Garra

Por assessoria de imprensa | Fotografia: Taian Marques

8367

Os sucessivos atrasos no pagamento dos salários dos vigilantes da Garra fizeram a categoria iniciar uma nova greve a partir desta sexta-feira (03/6). Um ato público no hospital João Machado marcou o início do movimento.

Os vigilantes cruzaram os braços por que não suportam mais continuar trabalhando sem receber o devido pagamento. A situação está cada vez pior, pois sem o salário do mês o trabalhador não tem como cumprir seus compromissos com aluguel, água, luz e, sobretudo, alimentação. O sofrimento aumenta ainda mais porque são meses de atraso dos salários, além de pendências no pagamento de férias.

Esse tipo de abuso tornou-se uma rotina na empresa, que continua cometendo crimes contra leis trabalhistas e causando danos morais e materiais ao trabalhador. Ainda assim usufrui de toda confiança do gestor, no caso a Sesap, que mantém contrato com uma mau empresa que não cumpre seus compromissos com os trabalhadores.

O Sindsegur já encaminhou várias ações contra a empresa denunciando o atraso no pagamento e cobrando providências para que esse problema seja resolvido urgentemente. Vamos à luta até a vitória final.

Na próxima segunda-feira, dia 6, a concentração será às 8 horas no hospital Walfredo Gurgel.

COMPARTILHAR