Uma grande vitória de todos os que lutaram.

| por assessoria de imprensa

bene

O sonho virou realidade. A luta do Sindsegur garantiu uma grande vitória.

Os vigilantes do Rio Grande do Norte estão de parabéns. Depois de anos amargando arrocho salarial, redução de direitos e sendo cada vez mais desvalorizada, a categoria retomou a luta através do Sindsegur e garantiu uma conquista histórica. “Conseguimos nosso objetivo. Acabou o jogo!”, disse bastante emocionado o coordenador-geral do Sindsegur, Francisco Benedito, o Bené.

A diretoria do nosso sindicato enfrentou longas negociações. Foram muitas reuniões, atos públicos, passeatas e muito grito para fazer valer nossos direitos. Uma dura caminhada que durou o suficiente para assegurar direitos perdidos ao longo dos últimos anos. Apesar de todas as críticas mal intencionadas e das tentativas dos patrões em continuar massacrando a categoria, o Sindsegur não entregou o jogo e deu a volta por cima.

No balanço de perdas e danos de um passado de enganação, venceu a coragem, a raça e a determinação de uma direção que foi à luta sem medo. Até chegar a hora de fazer valer o suor do nosso trabalho e garantir direitos fundamentais.

O respeito, o direito à comida, à saúde, à educação e a valorização profissional está sendo reconquistada na luta de classes. É lutar pra vencer. E nós vencemos uma grande batalha.

Agora é a vez de todos aqueles que ainda não são filiados fazer parte dessa história de lutas e conquistas. Se filiando e participando de todas as atividades convocadas pelo nosso sindicato. A exemplo das centenas de vigilantes e das guardetes que se juntaram ao Sindsegur e ajudaram a construir a luta até a vitória.

A valentia de uma direção de luta e da categoria garantiu o INPC de 6,77. Isso significa um reajuste de R$ 61,28. Assim, o salário do vigilante armado passará a ser R$ 966,30.

A luta ainda garantiu 20% do Risco de Vida, equivalente a 193,26. Desse modo, o valor total do salário junto com o Risco de Vida será R$ 1.159,61.

Restam 10% do Risco de Vida. Caso a Lei 12.740 seja regulamentada ainda em 2013, automaticamente será pago o total de 30%. Senão, está garantido os 10% restantes a ser pago a partir de 1º de fevereiro de 2014, conforme a Convenção Coletiva de Trabalho aprovada, que passa a valer a partir de abril de 2013. Os valores retroativos à abril serão pagos em duas parcelas, junho e julho, através de folha complementar.

VIGILANTE DESARMADO

A luta do Sindsegur para acabar de vez com o vigilante desarmado também teve uma grande vitória. O salário de R$ 700,00 passou para 860,00. Um reajuste de 22,88%. Junto com 20% do Risco de Vida, equivalente a R$ 172,00, o valor total do salário do vigilante desarmado pulou para R$ 1.032,00.

A partir de 1º de fevereiro de 2014 o salário será unificado com o fim do vigilante desarmado.

VIGILÂNCIA ORGÂNICA

Salário: R$ 966,30
Risco de Vida: 30% para os futuros contratos

A nova Convenção terá validade de dois anos até 2014, garantido o repasse do INPC mais 1% de ganho real. A partir de agora todos os contratos garantem o piso salarial de R$ 966,30 mais o Risco de Vida de 30%. Não haverá mais vigilante júnior para os novos contratos.

A data-base da categoria permanece no mês de fevereiro.

Esse é o balanço da grande vitória repleta de conquistas para a categoria vigilante do Rio Grande do Norte. Um triunfo muito comemorado nas assembleias realizadas pelo Sindsegur em Natal, Caicó, Mossoró e Parnamirim, que aprovaram por unanimidades as propostas acima apresentadas.

“Essa vitória é de todos que ajudaram nessa luta. Acabou a época da escravidão dos vigilantes no RN. O Sindsegur estará sempre ao lado dos traballhadores, defendendo os interesses da categoria e combatendo todo e qualquer tipo de exploração”, afirmou Bené.

COMPARTILHAR