Luta do sindicato garante pagamento dos vigilantes da Garra

0
14

Depois de muita luta do Sindsegur junto à categoria os vigilantes da Garra em todo o Estado começam a receber nesta quarta-feira (10/12) os salários atrasados.

Há dois meses os trabalhadores enfrentaram todo tipo de dificuldades por conta do atraso de pagamento. Além do pagamento dos salários de setembro e outubro, o Sindsegur cobrou da Garra Segurança o pagamento do 13º salário dos vigilantes. A direção da empresa prometeu cumprir também o devido pagamento do 13º.

bene

“Um dos pontos fundamentais foi o bloqueio no valor de R$ 4.411.000,00 (Quatro milhões, quatrocentos e onze mil reais) da conta da Secretaria de Saúde do Estado, a pedido do Sindsegur, para garantir os pagamentos em atraso. Mas isso depende de um grande esforço da direção do sindicato, que ao mesmo tempo em que organiza os trabalhadores na base participa de várias audiências no Tribunal Regional do Trabalho. Isso prova a responsabilidade e o compromisso da nossa entidade com os trabalhadores vigilantes”, declarou o coordenador geral do Sindsegur, Francisco Benedito (Bené).

Ele lamenta a irresponsabilidade de um pequeno grupo, que de maneira traiçoeira desrespeitou o sindicato e orientou os vigilantes a fazer greve de forma inconsequente, prejudicando o andamento da ação judicial no Tribunal Regional do Trabalho. “Inclusive o representante da Vip, senhor Hebe, conhecido como Peba, ligou para postos de serviço orientando os vigilantes a cruzar os braços, colocando em risco os empregos dos trabalhadores. Esse mesmo senhor, que se escondia nos momentos de batalha, agora comete atitudes isoladas e irresponsáveis que prejudicam os vigilantes” disse Bené.

A mobilização organizada pelo sindicato demonstrou que através da luta é possível garantir os direitos e as conquistas dos trabalhadores. O Sindsegur vai continuar atento e cobrando para que todos os direitos trabalhistas sejam devidamente cumpridos.