SINDSEGUR entra com ação no TRT contra Garra Vigilância

 

Por assessoria de imprensa

Na última quinta-feira (30/10) o SINDSEGUR entrou com uma ação no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) contra a empresa Garra Vigilância, referente ao atraso de dois meses de salário dos 327 vigilantes que trabalham nos postos de serviço da Secretaria Estadual de Saúde. Para os trabalhadores que quiserem acompanhar o andamento da ação segue o número do processo: 0001360 _63.2014.5.21.0003.

Até o momento a Garra não efetuou o pagamento do mês de setembro, que deveria ter sido pago até o 5º dia útil deste mês. O sindicato alerta aos trabalhadores que os contra-cheques devem ser assinados com a data  que foi efetuado o pagamento, e não de forma retroativa. Aos vigilantes que estão com as férias atrasadas, é necessário que  compareçam ao SINDSEGUR com a cópias do aviso de férias e contra-cheques dos meses de setembro e outubro.

“Até que a empresa cumpra o seu compromisso de pagar os salários atrasados e colocar o pagamento dos trabalhadores em dia o sindicato continuara cumprindo com o seu papel de mobilizar a categoria e lutar pelos seus direitos.”, afirmou Bené.

Caso a Garra não pague os salários atrasados até esta sexta-feira (31/10) como divulgou na imprensa, o SINDSEGUR  convoca todos os vigilantes que trabalham nos postos de serviço da SESAP para uma nova paralisação na segunda-feira, dia 3 de novembro, a partir das 5h da manhã no hospital Walfredo Gurgel. Participe e fortaleça mais essa luta!

COMPARTILHAR