Jogo de empurra entre Inframérica e Estapar

10628370_665608110202908_8367995651924526150_n

O pedágio pago pelos vigilantes que trabalham no aeroporto Aluízio Alves virou um jogo de empurra. Ninguém assume a responsabilidade pela taxa de estacionamento no valor de R$ 100,00 imposta aos trabalhadores.

Nesta segunda-feira (01/09) ocorreu mais uma audiência no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para tentar resolver esta situação. Apesar de ter sido convocada pelo MTE, a Estapar, empresa que administra o estacionamento do aeroporto, não compareceu à audiência. Além da direção do Sindsegur, a reunião contou com a presença do advogado do Consórcio Inframérica. Na ocasião, o coordenador geral do nosso sindicato, Francisco Benedito (Bené), repudiou o desrespeito da empresa Estapar e solicitou ao representante do MTE, Cláudio Gabriel, para oficializar a denúncia no Ministério Público do Trabalho.

Além disso, o Ministério do Trabalho concordou com o pedido do Sindsegur para realizar uma fiscalização no local. “Em breve faremos uma paralisação na entrada do aeroporto. Se o trabalhador continuar sendo explorado com esse pedágio os vigilantes do aeroporto Aluízio Alves vão parar”, disse Bené.

COMPARTILHAR