Protestos no Sesi/Senai denunciam perseguição da Monteforte

Por assessoria de comunicação | Fotos: Arquivo/Sindsegur

Na manhã desta quarta-feira (04/4) o SINDSEGUR realizou um ato público em frente à sede do Sesi/Senai, na avenida Mor Gouveia, para protestar contra as perseguições praticadas pela empresa Monteforte Segurança.

A transferência de vigilantes que trabalhavam no turno noturno para o turno diurno é uma clara demonstração da perseguição do patrão contra trabalhadores que foram à luta e participaram da histórica greve que garantiu as conquistas na Convenção Coletiva de Trabalho. Além de caracterizar perseguição e discriminação, a atitude da empresa é um desrespeito ao acordo assinado junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT/RN), onde os empregadores se comprometem a não aplicar qualquer punição ao trabalhador por ter participado da greve.

Logo após o ato público no Sesi/Senai a diretoria do SINDSEGUR procurou o juiz Michael Wegner Knabben no TRT/RN para denunciar as perseguições. Na ocasião os representantes do sindicato foram orientados a encaminhar uma ação judicial para tratar sobre os abusos praticados pela empresa.

O SINDSEGUR já tomou as devidas providências e aguarda audiência para tratar sobre o desrespeito patronal ao acordo firmado na Justiça do Trabalho. Vale lembrar que práticas de perseguição se tornam cada vez mais comuns na tentativa de conter a organização dos trabalhadores. A diretoria da nossa entidade está atenta e vai continuar denunciando toda forma de opressão e exploração.

COMPARTILHAR