Audiência no MPT discute sobre postos de serviços no Banco do Brasil

Por assessoria de comunicação | Fotografia: Taian Marques

Nesta quinta-feira, 30 de novembro, o Sindsegur participou de uma audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho (MPT). Em questão, a diminuição do número de vigilantes nos postos de serviços no Banco do Brasil.

O coordenador geral do nosso sindicato, Pablo Henrique, apontou preocupação quanto a recente diminuição do número de vigilantes. Estes cortes tem como consequências a demissão de mais trabalhadores da segurança e o aumento do risco de vida dos clientes e empregados de agências bancárias.

Procurada pela direção do nosso sindicato, a Delegacia de Controle de Segurança Privada (Delesp) informou que o pedido do banco para reduzir o número de vigilantes tem sido negado.

Diante da situação o procurador do trabalho, Xisto Tiago, determinou ao banco que apresente no prazo de 10 dias úteis esclarecimentos sobre os questionamentos feitos durante a audiência.

A direção do Sindsegur está sempre alerta e vai continuar encaminhando todas as formas de luta para defender os nossos direitos e avançar nas conquistas dos vigilantes patrimoniais.

COMPARTILHAR