Comunicado aos vigilantes da EMPRESSERV do contrato da FUNCARTE

Na manhã desta terça-feira, 22 de junho, o diretor jurídico Márcio Lucena e o diretor financeiro Alan Cardek  junto com o advogado do Sindsegur Francisco Reis participara de uma audiência de conciliação sobre a situação dos vigilantes da Empresserv do contrato da Funcarte.

Na ocasião o advogado do Sindsegur informou ao mediador sobre as dificuldades enfrentadas pelos vigilantes, que constantemente sofre com vários meses de atraso de salário, inclusive do mês corrente.

De acordo com a empresa, a mesma não deve mais salários aos trabalhadores, uma vez que já tinha sido tudo quitado nos últimos dias, e ao final pediu para que o processo fosse extinto.

O representante do Município externou que a Justiça do Trabalho não tinha poderes para bloquear contas do Município, discordou prontamente da participação no processo e que – embora a empresa tenha restrição judiciais o Município irá colaborar com a empresa.

Por fim o advogado do sindicato solicitou a devolução do processo para Vara de origem para realizar a análise de todos os comprovantes de pagamentos apresentados pela empresa na manhã de hoje.

Por ora são essas as informações sobre o processo que trata sobre o atrasos dos salários do vigilantes da empresa EMPRESSERV/FUNCARTE.

Deixe um comentário