Vitória do Sindsegur aos trabalhadores vigilantes da empresa Interfort

0
326

Só através da luta conseguimos as vitórias. O Sindsegur celebra acordo firmado com a empresa Interfort Segurança diante da Justiça do Trabalho, a respeito do pagamento das horas extras realizadas desde março com pagamento até o dia 5 dia útil e pagamento dos vales alimentação até o dia 12, de cada mês durante a pandemia. Além de conseguir essa vitória para os vigilantes da empresa especifica, é uma vitória para os vigilantes do Rio Grande do Norte.

Desta forma conseguimos um feito grandioso, após, atos políticos realizados pela direção do sindicato com o apoio dos bancários, assessoria do Dep. Estadual Sandro Pimentel e assessoria da CNTV-PS, Iran Marcolino. A luta só se constrói com atitudes, por causa dessas atitudes juntamente com a assessoria jurídica do sindicato conseguimos fechar um acordo em prol dos trabalhadores vigilantes da empresa Interfort. Isso significa que as empresas respeitam o trabalho deste sindicato. Sabe que os dirigentes não dão corpo mole para empresário.

A luta vai continuar em outras empresas que estiverem desrespeitando os acordos firmados com o trabalhador. Salientando que a nossa luta se dá através da cooperação da cada trabalhador que se sente lesado pelos seus patrões. No Rio Grande do Norte, lutamos arduamente a favor da categoria. Está homologação na justiça deixa preso um acordo que beneficia os trabalhadores que estavam sendo contratados ou até mesmo sendo usados em outros postos para cumprir jornada extraordinária, sem se quer ter uma previsão de pagamento. Eram muitos contratempos sendo postos a estes trabalhadores que estava sendo usados mas não estavam com seus pagamentos em dia, além, do pagamento do vale alimentação que estava ocorrendo parcelado em duas vezes, um absurdo que foi logo contestado por esta entidade sindical.

Entretanto, o Sindsegur conseguiu mais uma vitória que contempla os trabalhadores. Ficando como, exemplo, para empresas que estejam tratando irregularmente os trabalhadores vigilantes de forma arbitraria, desrespeitosa e desumana. Sindsegur é trabalho! Denúncias: 3322-2076.