Chega a Milhões o Número de Trabalhadores com Redução de Salários ou Suspensão do Contrato

0
62
Notas de Reais e dólar para artes. Foto. Sérgio Lima, 30-07-2018. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Vivemos momentos desesperador com o COVID-19, empresas que foram autorizadas pelo Governo Federal a utilizar da MP 936/2020, para poder reduzir salários em valores de 25%, 50% e 70% dos seus funcionários, além da suspensão do contrato de trabalho de até 60 dias. Fora a MP927/2020 que autoriza as empresas a darem férias de 30 dias com pagamento do salário no mês subsequente e o pagamento do 1/3 das férias que pode ser paga até o dia 20 de dezembro.

Estatísticas do Ministério da Economia informa que cerca de 1(hum) a cada 5 (cinco) trabalhadores tiverem redução de salário ou contrato suspenso pelo empresário brasileiro. Já somam cerca de 7,19 milhões de empregados com carteiras assinada que entraram no programa criado para minimizar os impactos da pandemia e preservar postos de serviços.

Sabemos também que houve demissões sem aviso prévio por parte das empresas utilizando novamente a MP. Hoje são muitos pais e mães de família que tiveram o seu salário reduzido. Entretanto, quem teve o seu salário reduzido receberá auxílio do Governo Federal nos moldes que foram aprovados pelo Legislativo Brasileiro; segundo o ultimo balanço divulgado pelo governo com o detalhamento dos acordos fechados até 4 de maio, a médio do benefício pago pelo governo é de R$ 752,44, com valores variando de R$ 261,25 até o máximo de R$ 1.813,00. Enquanto isso, o COVID-19 aumenta o número de infectados e mortos no Brasil, As secretarias estaduais de Saúde atualizaram, nesta terça-feira (12), os dados sobre a pandemia do novo coronavírus no país. Até o momento, são 11.656 óbitos registrados e 169.626 casos confirmados. A taxa de letalidade é de 6,8%. Não temos para onde ir.