SINDSEGUR repudia fim do Ministério do Trabalho

Foto: Taian Marques

O SINDSEGUR vem a público repudiar a decisão do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), de incorporar o Ministério do Trabalho a outra pasta ministerial. Vale lembrar que, se a vontade do novo governo for concretizada, estará em risco o emprego, o respeito às relações do trabalho, a fiscalização em segurança e saúde do trabalhador, o combate ao trabalho escravo, além de muitas outras questões fundamentais, como a política salarial e a liberdade sindical.

Esse é mais um ataque direto aos direitos trabalhistas. Na verdade, as declarações do presidente eleito só comprovam o seu favorecimento aos patrões. Não é à toa que ele já havia afirmado que “o trabalhador precisa escolher entre ter direitos ou ter emprego” e “Que mulher tem que ganhar menos porque engravida”.

Portanto, o fim do Ministério do Trabalho, criado há 88 anos, significa uma perda histórica para a classe trabalhadora. Por isso, o SINDSEGUR convoca você para se juntar à nossa entidade sindical com o objetivo de fazer valer nossos direitos.

Deixe um comentário